.

Dupla personalidade
(Arth Silva)

Com todo capricho,
armou a sua própria festa de aniversário.
Uma festa surpresa.


2 comentários oníricos::

Fernand's disse...

isso que eu chamaria de amor próprio!


rsrs





quanto à palavra sexo, eu digo que nada tem de obscena, nem a palavra, nem a prática! obscena é a política desse apís, é sermos a sétima potência econômica do mundo, mas uma das nações menos escolarizadas, é termos desnutrição, falta de política de desenvolvimento, é sermos acuados por milícias e bandidos que não têm pena de gastar mais uma bala em qualquer um de nós. quer mais obscenidades???

aliás, obsceno é não fazer sexo, é não trepar, é não gozar, é não ser fiel aos próprios desejos. é ser pudico por pura falta de coragem de ser feliz.


bjs, querido.
ADORO teu blog!

Arth Silva disse...

Sábias palavras Fernand's!

Só recapitulando pra quem não sabe do que falamos: A fernand's está respondendo meu comentário no ótimo blog dela: http://bemditaspalavras.blogspot.com/

É isso ai, também não entendo como palavras como sexo, puta e outras são proibidas ou tabus em escolas, enquanto palavras como morte, roubo, malandragem são tão comuns...
Deve ser um reflexo da nossa sociedade.

Transar, trepas, trelar ou o que for não é obsceno nem difícil, e todo mundo faz, o difícil mesmo é amar...

Adoro seus comentários e pontos de vista Fernand's, sinal que você também sonha à deriva.



Este é um blog de sonhos cotidianos.
Toda e qualquer semelhança com fatos reais é mero plágio da vida.