.




Saudade é o PRESENTE
querendo se vestir de PASSADO
(Arth Silva)


A reler meus pensamento e também pensar em reler minhas memórias nunca escritas, me pus a listar os momentos inesquecíveis dessa minha breve vida. Momentos que dão saudade vestida de nostalgia e, ainda assim, vontade de não viver a lembrança, apenas lembrar e relembrar...

Já reparou que sentimos saudade apenas de momentos em que o sorriso estava presente? O “presente surpresa” do seu pai quando você tinha 8 anos de idade; o ovo de páscoa que você comeu em junho; aquela brincadeira de esconde-esconde até tarde da noite na rua da sua casa. Em todos esses instantes você tinha a felicidade tatuada na cara.

Em um relacionamento acho que só é lembrança quando acabou. E, só é saudade quando era amor. Nunca conheci a saudade do que não se gostou. Algo só é bom o bastante se tiver o potencial de se tornar saudade.
Sinto saudades, claro. Minha vida foi repleta de momentos lindos. Tanto que às vezes me pego querendo admirar meu futuro pelo retrovisor. Mas não! Logo me corrijo. Ficar relembrando demais o passado ou imaginando o futuro é ter medo do presente.

O que eu queria dizer é que a felicidade está nos pequenos detalhes: Em um abraço de avó; em um bocejo de cachorrinho; naquele beijo de despedida; no sorriso de recomeço; no tropeção do gatinho filhote; voltar da escola conversando com o melhor amigo; no peixinho comendo pão pela manhã; o vento das 18 horas; se enterrar na areia; 
carinho de mãe; aquele filme da Seção da Tarde; uma boa ação sem pedir nada em troca. uma piada sem graça de quem a gente adora; sua música preferida; achar moedas perdidas no bolso de uma calça velha; bolo de chocolate...

São esses pequenos detalhes que iluminam a memória e nos fazem sorrir de boca fechada como que prendendo a risada entre os dentes.

O sentido da vida é ser feliz e, assim como a "Teoria da relatividade" criada por Einstein, a felicidade também é relativa, cada um sorri por motivos pessoais e diferentes; a mesma alegria que você sente ao sair pra balada, outros sentem ao ler um livro ou conversar com o amigo sentado na calçada.
Por isso, sorria sempre e aproveite cada instante.
Sinta saudade do seu presente.
  

0 comentários oníricos::



Este é um blog de sonhos cotidianos.
Toda e qualquer semelhança com fatos reais é mero plágio da vida.