.

O Português e a loira (ou Beleza interior)

(Arth Silva)


─ Óh Manoel, não entendo ainda como tu pegas tantas miúdas.

É simples, tu tens que elogiar a beleza interior das mulheres, faça o teste Joaquim, elogie essa loira que estás a vir ai.

A loira deslumbrante desfilava na calçada, e ele não perderia a oportunidade.

─ O que digo Manoel?

─ Fale da beleza interior dela ora pois !!

Joaquim pensou e antes que a loirassa passasse, não perdoou, lançou a primeira ideia que lhe veio à mente:

─ Hmmm belo pâncreas ein?

A loira desconcertada com a cantada se vira para o português:

─ Olha que eu nem penteei ele hoje.

4 comentários oníricos::

laurice RM disse...

HAHAHA'
muito bom em.

Mariana Bizinotto disse...

Olá, tem um selo blog para lhe entregar neste link no meu blog.
http://poesiamarianabizinotto.blogspot.com/2010/06/goiabada-com-tijolo-concedeu-o-selo.html
Abraço,
Mariana Bizinotto

Lady Salieri disse...

Haha!

Anônimo disse...

Eu nunca acreditei, mas sempre me disseram que os portugueses possuem visão de raio x e que, as loiras é que não possuem (digamos assim) uma inteligência privilegiada. Rsrsrsrs... Muito boa! Abraços. Jaime.



Este é um blog de sonhos cotidianos.
Toda e qualquer semelhança com fatos reais é mero plágio da vida.