.

Meu lado feminino podia ser assim:

Texto rápido que fiz em homenagem ao dia da mulher, sobre as principais figuras femininas que admiro e muitas das quais, me influenciaram bastante a ser como sou hoje (se isso é bom ou ruim, só quem me conhece pra saber).


Meu lado feminino
(Arth Silva)


Das mulheres, gostaria de ter o melhor de cada uma das virtudes femininas que admiro:

A verborragia da Fernanda Young junto à microimensidão das letras e sentimentos de Marina Colasanti. A criatividade mórbida e apaixonada de Anne Rice e o frasismo da prosa de Clarice Lispector.

A poesia física de Amelie Poulain (Audrey Tautou) misturada à excentricidade estética de Helena Bonham Carter, os lábios sempre prestes a beijar de Keira Knightley, e as expressões de Camila Morgado emoldurados por toda precisão estética de Jennifer Connelly e a perfeição de Fernanda Machado.

A poesia da Nô Stopa com pitadas da maresia pessoal de Adriana Calcanhoto soprada pela voz rasgada de Janis Joplin e Linda Perry, a doçura de Marisa Monte e o infinito sonoro de Joan Baez.

Esse é o resumo da mulher que o meu lado feminino gostaria de ser. 


2 comentários oníricos::

Marcelino disse...

Belas escolhas, cara!

Li Pizzicato disse...

Lindo e lindo.



Este é um blog de sonhos cotidianos.
Toda e qualquer semelhança com fatos reais é mero plágio da vida.